segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

mulher de miragens

deusa de lábios dourados
castiga meus frágeis pecados
com tuas mãos delicadas
faz do teu ventre santuário
e dos meus lamentos vestuário
pro teu corpo nas alvoradas

teus beijos que abrem passagem
pras portas da sacanagem
e ousam avançar
de longe pra tua miragem
acreditando na vantagem
de poder te amar

ilude com o canto da sereia
tua voz me põe na beira
do precipício que traduz
uma queda livre direto
ao coração de concreto
que a tua alma me seduz

25.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário